partiu estagio 2

indicação da deputada federal Cristiane Brasil (PTB-RJ) para ministra do Trabalho foi aceita pelo presidente Michel Temer. O nome dela foi levado ao presidente após uma reunião feita no Palácio do Planalto entre Temer e o pai dela, o ex-deputado Roberto Jefferson, presidente nacional do PTB, partido que detém o cargo. De acordo com o G1, Jefferson informou que a nomeação deve ser publicada na edição desta quinta-feira (4) do Diário Oficial da União, e a posse está prevista para a semana que vem. Ainda segundo o ex-deputado, condenado pelo Supremo Tribunal Federal (STF) no caso do Mensalão, Cristiane não vai ser candidata à reeleição para a Câmara. Com isso, pode permanecer no ministério até o fim do mandato de Temer. A titularidade da pasta está vaga desde que o ex-ministro Ronaldo Nogueira (PTB-RS) pediu demissão do cargo porque vai se dedicar à reeleição para deputado federal. O nome de Cristiane foi indicado após o ex-presidente José Sarney (PMDB-MA) vetar o deputado Pedro Fernandes (PTB-MA), que havia sido o escolhido do PTB para o posto.