O Tribunal Regional Federal da 5ª Região (TRF-5) determinou o afastamento das funções do prefeito do município de Cedro, cidade localizada a 568 km da capital de Recife,  no Sertão de Pernambuco, Antônio Inocêncio Leite. A decisão foi cumprida no pultimo dia (18/06), pela Delegacia de Polícia Federal em Salgueiro. A Secretária de Finanças do município e filha do então gestor da cidade, Andrezza Saraiva Leite, também foi afastada do cargo.

De acordo com informações da Polícia Federal, o vice-prefeito e o presidente da Câmara de Vereadores do município foram informados sobre o afastamento. Conforme a determinação, Antônio Inocêncio Leite e Andrezza Saraiva Leite, além de outros investigados, ficam proibidos de ter acesso às dependências da Prefeitura.

A decisão foi determinada em decorrência da Operação chofer,  realizada pela PF, que investiga desvio de recursos através de empresas de fachada. As investigações sobre o caso estão sendo realizadas pelos policiais com o apoio da Controladoria Geral da União (CGU).

Operação Chofer

A Polícia Federal realizou a ‘Operação Chofer’ na Prefeitura de Cedro. Um desvio de recursos públicos e irregularidades em contratações por parte da prefeitura foi identificado. Segundo a polícia, o prefeito Antonio Inocêncio Leite utilizava de ‘laranjas’ para vencer procedimentos licitatórios e/ou dispensá-los indevidamente. Desta forma, ele fazia apropriação de recursos públicos sem a prestação dos serviços e/ou fornecimento dos produtos.

No dia 15 de maio, cinco medidas cautelares de busca e apreensão foram realizadas por 21 policiais federais. Na residência do prefeito houve apreensão de aproximadamente R$ 45 mil em espécie e R$160 mil em cheques, além um veículo, uma pistola com registro vencido, celular e mídias. Na Prefeitura e nas empresas foram apreendidos processos licitatórios e outros documentos referente a investigação. Em depoimento na delegacia de Polícia Federal em Salgueiro, o prefeito negou todas as acusações.

Zero Hora News (A informação que faz a diferença)