Se grupo de família de WhatsApp já da confusão, imagina quando se trata de vereadores. Na sessão da última quinta-feira (06/06), o zum-zum-zum todo aconteceu porque o vereador Vinicius Siqueira (DEM) foi excluído de um grupo de WhatsApp administrado pelo tucano João Cesar Matogrosso (PSDB), que tem como participantes todos os vereadores de Campo Grande, menos o democrata. 

Siqueira usou um pedido de pela ordem durante votação para reclamar do colega tucano que o excluiu do grupo. Ele comentou que os vereadores tem dois grupos de WhatsApp e, de um deles, ele teria sido preterido. O democrata argumentou que foi excluído por ser “do contra” da Câmara de Vereadores de Campo Grande.

“Não me considero vereador de oposição ou da base do prefeito, mas sim de posição. Isso foi uma atitude de menino mimado”, alfinetou Siqueira, que disse que o aplicativo é uma forma importante e rápida para troca de informações. 

Para a celeuma ficar completa, o tucano Matogrosso, que no momento presidia a sessão, entornou o caldo dizendo que não queria o democrata no grupo dele, pois, dentre os motivos, Vinicius estaria vazando informações do grupo para terceiros.

“No meu grupo, eu não quero o colega”, esbravejou o tucano. “Ele me chama de menino mimado porque está bravo por não participar do grupo”, finaliza.

Zero Hora News (A informação que faz a diferença)