Um homem identificado como Edmilson Alves de Oliveira, de 55 anos, foi morto dentro de casa, na última segunda-feira (11/03), no setor Residencial Barra Vento, em Goiânia, após ser atacado por dois pit bulls da família. A vítima, que trabalhava como pintor, foi surpreendido pelos cães quando tentava fechar o portão da residência em que morava.

Familiares do homem informaram que tentaram afastar os cachorros por diversas vezes, mas não conseguiram. “Os cachorros grudaram nele, não soltava por nada e iam ‘estraçalhando’ para tudo quanto era banda. Eu querendo acudir, ele estatelava os olhos em mim e pedia com piedade: ‘Me acode, Preta! Me acode!’. Foi muito triste pois eu não dava conta de ajudar ele”, contou a esposa Terezinha Maria de Oliveira, de 66 anos.

Uma equipe do Corpo de Bombeiros foi acionada para prestar socorro ao pintor. Segundo a corporação, ao chegarem no local, os militares constataram que Edmilson estava com várias perfurações devido às mordidas. Ele chegou a ser levado ao Hospital Estadual de Urgências Governador Otávio Lage de Siqueira (Hugol), mas não resistiu aos ferimentos e morreu.

Após o incidente, equipes do Centro de Controle de Zoonoses (CCZ) estiveram no local e recolheram os cachorros Lessie e Spike, de 10 e 4 anos. O órgão informou que os moradores da residência estavam trancados por medo de também serem atacados pelos cães. Os animais ficarão no CCZ durante 90 dias para que os veterinários avaliem a questão comportamental de ambos. Ainda de acordo com o Centro, pelo perfil agressivo, os cães podem ir para a eutanásia, já que oferecem perigo à saúde individual e pública.

Zero Hora News (A informação que faz a diferença)