Qualquer semelhança será  mera coincidência. Sabe essa malandragem de alguns políticos, de embolsar parte do salário dos assessores nomeados por eles?
Em Casimiro de Abreu, no interior do Rio de Janeiro, o ex-presidente da Câmara Municipal Alessandro Macabu Araújo acaba de ser condenado a 36 anos de prisão pelo juiz da cidade. É que ele nomeava servidores municipais para ocupar os cargos, desde que fizessem a ele um repasse mensal de parte dos vencimentos.
Até a sogra do chefe de gabinete foi nomeada. Dos R$ 5 mil de salário, ela ficava com só R$ 500,00 e o edil embolsava R$ 4.500.00.

Zero Hora News (A informação que faz a diferença)