O Fluminense perdeu um de seus torcedores ilustres. Na madrugada desta quarta-feira, o jornalista Paulo Henrique Amorim sofreu um infarto fulminante e morreu aos 77 anos de idade - ele passou mal em casa, pouco depois de voltar de um jantar com amigos, no Rio de Janeiro.

Contundente, o jornalista mantinha um blog intitulado "Conversa Afiada", que, inclusive, já foi hospedado no Portal iG. Paulo Henrique Amorim também trabalhava na "TV Record". Contudo, estava afastado desde o mês passado da apresentação do programa "Domingo Espetacular". 

Após a divulgação do seu falecimento, o Flumin
ense, clube do qual era torcedor declarado, lamentou nas redes sociais pelo adeus do jornalista. "O Fluminense Football Club lamenta profundamente a notícia do falecimento do jornalista e tricolor Paulo Henrique Amorim, aos 77 anos".
Conhecido pelo bordão "Olá, tudo bem?", Paulo Henrique Amorim nasceu em 22 de fevereiro de 1942 no Rio de Janeiro. Após ter começado sua trajetória no jornalismo no jornal "A Noite", teve passagens por revistas como "Realidade" e na "Veja", onde, em 1972, ganhou Prêmio Esso na categoria informação econômica pela reportagem "A renda dos brasileiros".

Na televisão, passou por emissoras como Manchete, Bandeirantes e Cultura, e trabalhou como correspondente internacional por diversas vezes na Rede Globo. Estava na Rede Record desde 2003, onde, além do "Domingo Espetacular" apresentou o "Jornal da Record - 2ª edição" e criou o programa "Tudo a Ver".

No mês passado, o jornalista foi afastado do "Domingo Espetacular", segundo nota oficial da Record, mas "permanecia da emissora à disposição para novos projetos".

No blog "Conversa Afiada", Paulo Henrique Amorim abordava diversos assuntos, como política e economia, além de fazer entrevistas. Ele também escrevia sobre futebol.
Zero Hora News (A informação que faz a diferença)