Pelé passou pelo procedimento de retirada de cálculo renal na manhã do último sábado (13/04), no Hospital Albert Einstein, em São Paulo. De acordo com o boletim médico assinado pelos médicos Fabio Nasri, geriatra, e Gustavo Caserta Lemos, urologista, “o procedimento foi bem-sucedido e o paciente já se encontra no seu quarto”, informa o portal UOL.

Segundo a publicação, ainda não há, porém, uma previsão de alta para o ex-jogador de 78 anos, que está hospitalizado há dez dias, entre Brasil e Europa.

Na última segunda (8), Pelé havia informado, por meio de nota, que havia sofrido uma “severa infecção urinária que requisitou assistência médica e cirúrgica emergencialmente”.

Há cinco anos, Pelé passou pelo mesmo procedimento e teve alta após 48 horas. Dez dias depois, entretanto, ele voltou a ser internado por causa de uma nova infecção urinária que teve complicações e demandou 15 dias hospitalizado. A reincidência não é um fator de risco, e sim o fato de ele ser paciente de rim único – um deles foi retirado ainda na década de 1970, após uma joelhada quando ele era jogador do Cosmos, nos Estados Unidos.

Zero Hora News (A informação que faz a diferença)