A fase do Vitória não anda nada boa. Os resultados negativos dentro de campo e a instabilidade nos bastidores têm chegado ao seu limite. Na última quarta-feira (27/02), após a derrota do rubro-negro para o Atlético de Alagoinhas, no Barradão, uma cena de violência pôs fim a duas torcidas organizadas.

Segundo informações dos Galáticos Online, um torcedor do Camisa 12 teria chamado um membro da Torcida Os Imbatíveis (a mais conhecida do clube) para protestar contra o resultado do jogo. Insatisfeito, o integrante da TUI desferiu dois socos contra o homem. O vídeo foi compartilhado no YouTube e publicado pelo site.

Com o episódio de violência, a torcida Exército Rubro-Negro comunicou o encerramento das suas atividades e lamentou que a “violência, o desamor e a intolerância” ainda “predominam” no meio das organizadas.

“Comunicamos a toda nação rubro-negra que encerramos as nossas atividades como Torcida Organizada do Esporte Clube Vitória. Agradecemos a todos que nos apoiaram e que esteve (SIC) conosco nessa caminhada. […] Pensamos e idealizamos “o diferente”, mas o sistema arcaico de “Torcida Organizada” nos engoliu e nos fez provar que a violência, o desamor e a intolerância predominam nesse meio. Seremos Vitória até morrer, independentemente de qualquer coisa”, diz o informe publicado no Instagram.

A Torcida Os Fiéis também usou as redes sociais para anunciar o fim das atividades: “A Torcida Os Fiéis deixa de lutar em prol do Esporte Clube Vitória. Infelizmente, nem sempre os sonhos se concretizam. Agradeço a toda a torcida rubro-negra que nos apoiou durante esse tempo, que confiou e acreditou em nosso projeto. Um projeto com enorme chance de dar certo, mas que infelizmente chega ao fim”.

Zero Hora News (A informação que faz a diferença)