A Polícia Civil prendeu, na manhã da última quinta-feira (15/11), mais um suspeito de envolvimento na morte do jogador Daniel Correa Freitas, que tinha 24 anos.

Eduardo Purkote Chiuratto é suspeito, segundo o delegado Amadeu Trevisan, de ter quebrado o celular do jogador, arrombado a porta do quarto de Cristiana Brittes e também de agredir o jogador dentro e fora da casa.

Ao portal G1, o advogado de Eduardo Purkote, Ricardo Dêves, disse que a prisão não tem fundamento porque o jovem sempre esteve à disposição das autoridades. Disse ainda que são mentirosas as declarações das testemunhas envolvendo seu cliente na cena do crime e que seu cliente é inocente.

Com a prisão dele, agora são sete suspeitos de envolvimento no crime, sendo que um deles, Edison Brittes, confessou ter espancado e matado o jogador. O empresário alega que fez isso porque o jogador tentou estuprar a esposa dele, Cristiana Brittes.

Cristiana também está entre os detidos. Ela disse em seu depoimento que pediu socorro quando acordou com Daniel deitado em sua cama.

Zero Hora News(A informação que faz a diferença)