Condenado a 20 anos e nove meses de prisão pela morte e ocultação de cadáver de Eliza Samudio, o ex-goleiro Bruno teve sua pena mantida pela 4ª Câmara Criminal do Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJMG), por 4 votos a 1, de acordo com o G1.

O julgamento dos embargos infringentes ocorreu na tarde desta quarta-feira (6), em Belo Horizonte. A Corte também manteve a condenação de Fernanda Castro, namorada de Bruno à época.

Condenada em primeira instância a três anos de prisão, Fernanda teve a pena substituída por prestação pecuniária e de serviços à comunidade.

Zero hora News(A informação que faz a diferença)