O “Programa do Ratinho”, do SBT, recebeu do Governo Federal o valor de R$ 268,5 mil para o merchandising em defesa da reforma da Previdência, entre os meses de fevereiro e março. De acordo com informações da revista “Época”, o valor está dentro da médica cobrada por outras emissoras.

Uma ação parecida no “Domingão do Faustão”, da Rede Globo, por exemplo, não custaria menos de R$ 400 mil, segundo especialistas ouvidos pela reportagem.

A estratégia de campanha do governo definiu que teria ações de merchandising nas principais emissoras de televisão, como o SBT, RecordTV, RedeTV! e Band, com exceção da Rede Globo.

A emissora teria ficado de fora da campanha devido à própria política comercial da empresa, que proíbe que apresentadores participem de merchansiding em ações governamentais.

Na última semana, o presidente Jair Bolsonaro (PSL) concedeu uma entrevista ao “Programa do Ratinho”, na qual reforçou a importância da aprovação da reforma da Previdência.

Zero Hora News (A informação que faz a diferença)