O ator Caio Castro foi condenado no processo movido pelo fotógrafo André Ligeiro e terá que desembolsar R$ 7 mil para pagar a indenização do profissional.

A ação movida por André contra o ex-galã global é referente a agressão sofrida durante uma festa de Réveillon em Trancoso, na Bahia em 2016. A decisão foi publicada nesta quinta-feira (24/01) no Diário Oficial do Estado de São Paulo.

Por meio de nota enviada ao site ‘Uol’ através dos advogados José Diogo Bastos Neto e Henrique Ventureli, o fotógrafo afirma que irá recorrer ao valor da sentença.

“A condenação de Caio Castro, diante dos inúmeros elementos de prova, já era aguardada. O reconhecimento do ato ilícito foi a primeira vitória. Vamos recorrer visando a majoração do valor fixado. A nosso ver, a quantia arbitrada não observa a gravidade da lesão e a capacidade econômica das partes, daí porque não cumpre a finalidade punitiva”.

Foto: Ali Karakas 

Para quem não se lembra, Caio Castro agrediu o profissional com uma cabeçada ao perceber que estava sendo fotografado em uma festa de Réveillon em Trancoso.

O ator teria pedido para que não fosse clicado no local, mas ao perceber que André continuava registrando as imagens se aproximou do fotógrafo e deu uma cabeçada no rapaz, abrindo um corte no supercílio.

Após a agressão Caio surgiu nas redes sociais e reconheceu que havia se exaltado na ocasião, se desculpando com André.

Zero Hora News (A informação que faz a diferença) Foto crédito Ali Karakas