Em mais um relato sobre sua infância e adolescência, Katy Perry revelou através de seu perfil no Instagram que já foi suspensa da escola por simular que estava transando com uma árvore. A cantora tinha 12 anos e deu à árvore o nome de Tom Cruise.

O ocorrido externado pela artista ocorreu em 1996, enquanto ela estava na 6ª série. Seu comportamento foi considerado pela direção da instituição como agressivo, sobretudo porque se tratava de um colégio religioso.

Em suas redes, Katty Perry relembrou o momento com bom humor e mostrou o documento que comprovava a suspensão em sua rede social.

Katy fingiu que uma árvore era Tom Cruise e começou a fazer movimentos sexuais pélvicos contra ela”, dizia um dos trechos do documento. “Pedimos que ela demonstrasse o que tinha feito em frente aos outros estudantes e ela descreveu dizendo que era inapropriado”.

O documento também cita outras passagens difíceis de aturar pela escola religiosa, como falar o nome de Deus em vão, usar blusa curta e dançar “Macarena” de forma sensual.

A cantora também tinha por costume beijar o rosto de outros colegas durante brincadeiras. Seus pais chegaram a comparecer para reuniões com a direção em sete ocasiões.

Zero Hora News(A informação que faz a diferença)