O Big Brother Brasil nem bem começou e já tem participante sendo odiado nas redes sociais. O biólogo e coordenador educacional indígena, Vanderson, do Acre, teve o seu passado exposto na web pela ex-namorada, Maíra Menezes.

No depoimento a moça afirma que foi agredida por ele na época em que tinham um relacionamento. Maíra conta ficou assustada ao ver que o ex estaria no reality show.

Agressor de mulheres no BBB. Imagina você abrir seu celular cheio de mensagens de amigas perguntando como eu estava. O rosto do meu agressor estava por toda parte, por toda a internet. Meu Deus, só eu sei o que eu vivi. Típico relacionamento abusivo que terminou com uma agressão. Eu terminei ainda amando, mas sabia que ele ia me bater de novo. Na época, com 18/19 anos, não tive coragem de fazer a denúncia. Anos depois, todo esse sofrimento me fez amadurecer e me fez feminista. Eu não sou a única. Sofri muito na época porque ninguém acreditou em mim, mas a verdade aparece e esse ano é ano de OGUM!”, escreveu.

A atual campeã do reality show, Gleici Damasceno, que havia declarado torcida para o conterrâneo, retirou o seu apoio após receber uma mensagem dos seus seguidores alertando sobre o desabafo da ex de Vanderson. “Agressor de mulher não vai ter vez comigo. Selecionei algumas pessoas que simpatizei de início, mas é óbvio que ainda não estou torcendo por ninguém. É isso! Mas até já retirei uma pessoa dessa minha seleção”, disse no Twitter.

Além da denúncia feita por Maíra, uma ex-aluna de Vanderson também relatou um comportamento abusivo do participante. Segundo a moça, através do Twitter, o biólogo dava em cima das suas alunas menores de 18 anos.

até que no ano depois que terminei o ensino médio, ele me adicionou no facebook e veio dar em cima de mim na maior cara de pau. falando coisas do tipo “eu sentia tesão em você desde quando você era minha aluna”. eu tinha 16 anos, po no que depender de mim esse otário não ganha.

Zero Hora News(A informação que faz a diferença)