taxa de analfabetismo no Brasil entre pessoas com 15 anos ou mais caiu de 2017 para 2018, segundo dados divulgados hoje pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística). A redução, no entanto, foi tímida: o percentual, que era de 6,9%, passou para 6,8%.  A taxa corresponde a 11,3 milhões de analfabetos. As desigualdades regionais evidenciam o desafio do país em atingir uma meta estabelecida pelo PNE (Plano Nacional de Educação) para 2015, que previa a redução da taxa de analfabetismo para 6,5% naquele ano.  Com percentuais elevados de analfabetismo, apenas Norte e Nordeste não cumpriram a meta do PNE. Na primeira região, a taxa de pessoas com 15 anos ou mais que não sabia ler ou escrever em 2018 era de 8%, percentual que se manteve estável em comparação a 2017. Na segunda, a taxa era de 13,9% no ano passado, contra 14,5% no ano anterior –um recuo de 0,6 ponto percentual.

Zero Hora News (A informação que faz a diferença)